LR – Novo controle de textura

LR – Novo controle de textura

Lightroom Classic CC 2019

 Novo controle deslizante de textura

NOVO CONTROLE DESLIZANTE TEXTURA NO LIGHTROOM CLASSIC CC E CÂMERA RAW
A Adobe acaba de anunciar um novo controle deslizante para o Lightroom, o Lightroom Classic e o Camera Raw. É chamado de textura e pode ajudar a suavizar ou aprimorar texturas em fotos sem destruir detalhes mais sutis ou adicionar ruído.
Agora você pode suavizar ou acentuar detalhes como pele, casca e cabelo com o novo controle deslizante Textura. Você pode ajustar o controle deslizante Textura negativamente para suavizar a pele e reter os detalhes dos poros finos para garantir uma aparência natural da pele. Você pode aumentar o valor da Textura para acentuar detalhes como casca ou cabelo, sem afetar áreas menos detalhadas, como as áreas fora de foco em uma fotografia. Ajustar o controle deslizante Textura não altera a cor ou a tonalidade da fotografia.
Você pode aplicar textura às suas fotos como um ajuste global e para partes específicas da foto como um ajuste local. Para aplicar textura, selecione uma foto e mude para o módulo Revelação.
Textura e claridade são ferramentas fundamentalmente diferentes, e cada uma tem suas próprias forças”. Como você pode dizer quando usar qual? A textura é melhor para fazer ajustes sutis nos recursos de média frequência. A claridade é melhor para fazer ajustes mais fortes em uma faixa de frequência mais ampla, incluindo algumas frequências mais baixas.
E como os dois controles deslizantes visam áreas diferentes, eles podem ser usados ​​com força para melhorar as fotos.
A textura é um controle único e, embora compartilhe semelhanças com claridade, nitidez e até mesmo redução de ruído, não é um substituto para nenhum deles”. “Lembre-se que o Textura está disponível tanto como controle global quanto local.

Antes

Depois

Fontes: 

https://helpx.adobe.com/br/lightroom-classic/help/whats-new/2019-3.html#texture

https://theblog.adobe.com/from-the-acr-team-introducing-the-texture-control/

Diferenças entre oficina, curso e workshop

Diferenças entre oficina, curso e workshop

Diferenças entre oficina, curso e workshop

O significado do termo oficina quando aplicado a educação, além de curso e workshop que muitas vezes parece ser a mesma coisa, mas há diferenças entre cada um.

Entre os termos oficina, curso e workshop, o que cada termo significa em sua área, e ainda conferir que as palavras diferem entre si, já que cada uma delas possui os seus devidos objetivos e finalidades.

Oficina

Oficina é o lugar de uma atividade laboral, principalmente artesanal ou manual, assim como a que desenvolve um mecânico ou eletricista. Saiba que quando usamos a palavra oficina em português, designamos um local de trabalhos técnicos ou manuais, como por exemplo, eletricidade, mecânica, carpintaria, entre vários outros. Também podemos referir oficina ao local de encontros, entre os estudantes e/ou profissionais para a solução de problemas comuns, como a oficina de música, de literatura, entre outros de várias áreas e conhecimentos.

Curso

O curso é uma palavra que pode definir os mais diversos fatores. Ou seja, temos o curso livre, de graduação, pós-graduação, entre várias outras áreas. Saiba que a legislação brasileira regulamentou a categoria Curso Livre, que tem como finalidade atender o público a partir do nível fundamental, com a meta de ofertar a profissionalização rápida para vários setores de atuação no mercado de trabalho.

Vale ressaltar que os cursos podem ou não serem devidamente reconhecidos pelo MEC/CAPES, e as escolas de curso livre são proibidas por lei de ofertar cursos de Bacharéis Graduações, Tecnológicos, Técnicos, entre outros, e muito menos de emitir diplomas.

Workshop

Um workshop é uma reunião de grupos de indivíduos que estão interessados em um certo projeto ou atividade, para a devida discussão sobre o que lhes interessar e apenas pelo que eles desejarem, sem a necessidade de discussão. Vale lembrar que um workshop é diferenciado de uma palestra, por alguns fatores, já que nele a plateia não é somente uma mera espectadora. Em certos momentos, o auditório pode ser chamado para participar, geralmente vivenciando as experiências ligadas ao tema em debate. O workshop possui um caráter mais prático e a sua realização exige, do palestrante, uma ampla abertura ao diálogo, além do envolvimento.

Geralmente, no decorrer de um workshop, são estimulados os trabalhos de recortes, de organizações de painéis, recursos de multimídias e muito mais. As conferências ou as palestras são normalmente orientadas por um perito em certo assunto, e o workshop em continuação pode ser a fonte de contribuições ou de prática da inteligência e da criatividade.

Referências:

https://www.luis.blog.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Oficina
http://pt.wikipedia.org/wiki/Curso_livre
http://pt.wikipedia.org/wiki/Workshop

Novos recursos Lightroom Classic CC

Novos recursos Lightroom Classic CC

Aprimorar detalhes de imagens raw

Criado por Adobe Sensei

Agora é possível aprimorar rapidamente os detalhes finos de imagem raw com aprimorar detalhes.

Usando aprimorar detalhes, é possível obter uma representação de resolução mais alta e mais precisa de detalhes finos, uma melhor preservação de pequenas cores e menores padrões moiré e cores falsas.

Para usar esse recurso:

  1. No módulo Biblioteca ou Revelação, selecione a imagem raw que deseja aprimorar.
  2. Na barra de menus, escolha Foto aprimorar detalhes.
  3. Na caixa de diálogo visualizar exibida, segure o cursor de mão para exibir a imagem original e libere-o para ver o efeito dos detalhes aprimorados.
  4. Clique em Aprimorar para aplicar o efeito na imagem.

O Lightroom Classic cria uma nova imagem DNG aprimorada (com um sufixo “-Aprimorado” no nome do arquivo original) ao lado do arquivo de origem original.

Para mais informações, consulte Aprimorar detalhes finos em imagens raw.

Além disso, é fornecido suporte de vínculo com as seguintes câmeras Canon nesta versão:

  • Nikon Z6
  • Nikon Z7

Para ver a lista completas de câmeras que podem ser vinculadas ao Lightroom Classic, consulte Suporte a câmera vinculada.

Vínculo mais rápido para câmeras Nikon

Experimente maior velocidade e estabilidade ao usar um modelo de câmera Nikon vinculada compatível com o Lightroom Classic CC. Agora, existe também um menu único para a captura vinculada, e o Lightroom Classic detecta automaticamente a câmera conectada ao computador.

  1. Conecte uma câmera compatível em seu computador e selecione Arquivo Captura vinculada Iniciar Captura vinculada.

O Lightroom Classic detecta automaticamente a câmera conectada ao computador.

  1. Na caixa de diálogo Configurações de captura vinculada, especifique como você deseja importar as fotos: Sessão, Nome, Destino, Informações, Desativar Avanço automático.
  2. Clique em OK para iniciar uma sessão de captura de foto.
  3. Use a barra flutuante de captura vinculada para ajustar os controles da câmera e as configurações de revelação.

Para mais informações, consulte Importar as fotos de uma câmera vinculada.

Além disso, é fornecido suporte de vínculo com as seguintes câmeras Canon nesta versão:

  • Nikon Z6
  • Nikon Z7

Para ver a lista completas de câmeras que podem ser vinculadas ao Lightroom Classic, consulte Suporte a câmera vinculada.

Fonte: https://helpx.adobe.com/br/lightroom/help/whats-new/2019-2.html#enhancedetails

Exposição Fotográfica Chácara do Idoso

Exposição Fotográfica Chácara do Idoso

Exposição Fotográfica Chácara do Idoso

O Grupo Imagem Núcleo de Fotografia e Vídeo de Sorocaba em parceria com a Secultur Sorocaba promove a Exposição Fotográfica dos trabalhos produzidos durante a Oficina de fotografia com Celular na Chácara do Idoso no final de 2018.

São 48 ampliações 30x45cm com fotos dos alunos: Emília Lopes da Silva, Hairton Amaro da Silva, João Vargas Botazoli, Maria Clara Murcelli da Silva, Marli Roman Darros, Maurilio da Cruz, Neide Aparecida Lopes, Rosa Mitiko Yanaguita, Odete Vieira de Oliveira e Teresinha de Jesus Fragoso Almeida.

 A Oficina foi coordenada pelo fotógrafo Edeson Souza. Foram 30 horas/aula de muito aprendizado, de alegria e descontração.

Edeson Souza: “Confesso que aprendi muito mais com eles do que ensinei. Fique surpreso com o resultado, com o comprometimento e acima de tudo muito respeito”

 A Exposição acontece na Biblioteca Municipal de Sorocaba “Jorge Guilherme Senger” na Rua Ministro Coqueijo Costa, Alto da Boa Vista, Sorocaba/SP, de 11/02 a 28/02/2019 –  de Segunda-feira a Sexta-feira das 8h ás 16:50h e aos sábados, domingos e feriados das 13h às 16:50h.

Saiu na mídia

Primeiro cartão de I TB do mundo

Primeiro cartão de I TB do mundo

Lexar lança o seu primeiro cartão de memória SDBC de 1TB

A Lexar tem apenas um novo cartão de memória SDXC com capacidade de 1 terabyte de capacidade. É o primeiro cartão de 1 TB SDXC disponível no mercado.

A SanDisk foi a primeira a anunciar um cartão de 1 TB SDXC em 2016, mas esse cartão de memória nunca se materializou e ainda não chegou ao mercado. O novo cartão da Lexar está disponível para compra a partir de hoje .

O novo cartão Lexar 1TB 633x SDXC UHS-I apresenta uma velocidade de leitura de até 95MB / se uma classe de velocidade de gravação de vídeo de V30.

A lexar afirma ser o primeiro cartão de memória de 1TB do mundo, mas no mercado são encontrados de outras marcas conforme as imagens abaixo.

“Há quase quinze anos, a Lexar anunciou um cartão SD de 1 GB”, diz o gerente de marketing sênior da Lexar, Joey Lopez. “Hoje, estamos empolgados em anunciar 1TB de capacidade de armazenamento no mesmo formato conveniente.

“Como os consumidores continuam a exigir mais armazenamento para suas câmeras, a combinação de desempenho de alta velocidade com uma opção de 1TB agora oferece uma solução para criadores de conteúdo que gravam grandes volumes de imagens de alta resolução e vídeos em 4K”.

Com este último anúncio, a Lexar está de volta ao futuro do armazenamento de cartões de memória. Foi apenas há menos de dois anos que a marca foi descontinuada pela empresa controladora Micron antes de ser vendida para a empresa chinesa Longsys no final de 2017. A Longsys anunciou o retorno dos cartões Lexar no final de 2018.

O novo cartão Lexar 1TB SDXC tem um preço de varejo sugerido de US $ 500, mas a B & H parece tê-lo listado atualmente por US $ 400 .

 

Fonte: https://petapixel.com/2019/01/09/lexar-launches-the-worlds-first-1tb-sdxc-memory-card/

Dia do Fotógrafo

Dia do Fotógrafo

08 de janeiro – Dia do Fotógrafo

Comemora-se no dia 8 de janeiro o Dia Nacional da Fotografia e do Fotógrafo. Parabéns a todos os profissionais do ramo!

Fotógrafo é a designação profissional para alguém que elabora fotografias estáticas ou dinâmicas. O termo abrange atividades profissionais em campos como, por exemplo, fotografia de filmes, fotojornalismo, fotografia de publicidade, fotografia de natureza, fotografia de moda, aerofotografia, fotografia subaquática, fotografia documental, fotografia de guerra, fotografia panorâmica.

No Brasil

A profissão fotógrafo não é regulamentada no Brasil. Mesmo assim, existem esforços legislativos atuais como o projeto de lei 5187/09 para classificar fotógrafos como diplomados por escolas de nível superior em fotografia no Brasil, desde que devidamente reconhecida; ou no exterior, desde que os diplomas sejam revalidados no Brasil, na forma da legislação vigente.

Apesar da legislação permitir que qualquer cidadão exerça a atividade, normalmente isto é feito por profissionais formados em cursos superiores. [Carece de fontes] Existem diversas associações profissionais, de caráter cultural e representativo, embora não sejam habilitadas a fiscalizar a profissão.

FOTOGRAFIA

Fotografia (do grego φως [fós] (“luz”), e γραφις [grafis] (“estilo”, “pincel”) ou γραφη grafê, e significa “desenhar com luz e contraste”), por definição, é essencialmente a técnica de criação de imagens por meio de exposição luminosa, fixando-as em uma superfície sensível. A primeira fotografia reconhecida remonta ao ano de 1826 e é atribuída ao francês Joseph Nicéphore Niépce. Contudo, a invenção da fotografia não é obra de um só autor, mas um processo de acúmulo de avanços por parte de muitas pessoas, trabalhando, juntas ou em paralelo, ao longo de muitos anos. Se por um lado os princípios fundamentais da fotografia se estabeleceram há décadas e, desde a introdução do filme fotográfico colorido, quase não sofreram mudanças, por outro, os avanços tecnológicos têm sistematicamente possibilitado melhorias na qualidade das imagens produzidas, agilização das etapas do processo de produção e a redução de custos, popularizando o uso da fotografia.

Atualmente, a introdução da tecnologia digital tem modificado drasticamente os paradigmas que norteiam o mundo da fotografia. Os equipamentos, ao mesmo tempo que são oferecidos a preços cada vez menores, disponibilizam ao usuário médio recursos cada vez mais sofisticados, assim como maior qualidade de imagem e facilidade de uso. A simplificação dos processos de captação, armazenagem, impressão e reprodução de imagens proporcionados intrinsecamente pelo ambiente digital, aliada à facilidade de integração com os recursos da informática, como organização em álbuns, incorporação de imagens em documentos e distribuição via Internet, têm ampliado e democratizado o uso da imagem fotográfica nas mais diversas aplicações. A incorporação da câmera fotográfica aos aparelhos de telefonia móvel têm definitivamente levado a fotografia ao cotidiano particular do indivíduo.

Dessa forma, a fotografia, à medida que se torna uma experiência cada vez mais pessoal, deverá ampliar, através dos diversos perfis de fotógrafos amadores ou profissionais, o já amplo espectro de significado da experiência de se conservar um momento em uma imagem.

Profissão fotógrafo

Baixe o arquivo em PDF

4499621-1