O que você precisa saber sobre o estabilizador de imagem

Lens image stabilizer

 

O fotógrafo Mario Pérez publicou no Blog del Fotógrafo um artigo que esclarece algumas questões importantes sobre o sistema de estabilização de imagem das câmeras reflex digitais e quando é recomendável ou não a sua utilização.

Algumas câmeras reflex levam o estabilizador de imagem incorporado no corpo da câmera, enquanto outras levam na objetiva. Esteja o estabilizador em qualquer destas partes, o importante é que no momento de comprar uma câmera reflex ou objetiva, procuremos a que tenha estabilizador de imagem. Na objetiva ou no corpo da câmera, o importante é ter estabilizador.

Na câmera ou na objetiva?

Existem câmeras que trazem o estabilizador integrado ao corpo. A vantagem que isso nos oferece é que não precisamos nos preocupar em procurar uma objetiva que tenha estabilizador, porque a câmera já o possui. Além disso, as objetivas sem estabilizador acabam por ser mais econômicas. Marcas como Sony ou Pentax possuem o estabilizador no corpo da câmera.

 

O outro tipo de estabilizador encontramos nas objetivas. Isso nos causa um dilema na hora de comprar uma nova objetiva: compramos uma com estabilizador, mais caro, ou sem estabilizador e por tanto mais acessível? Marcas que trazem o estabilizador nas objetivas são por exemplo Nikon (abreviado VR) e Canon (IS). O certo é que, os estabilizadores em objetivas funcionam melhor que os estabilizadores nos corpos das câmeras.

É sempre necessário um estabilizador?

Não. Mas existem situações mais propensas a que a foto saia borrada ou com movimento: por exemplo se é uma foto com pouca iluminação, o mais seguro é que vamos necessitar da ajuda de um estabilizador. Também se estamos disparando com distâncias focais muito longas como por exemplo 100 ou 200mm, costuma ser conveniente ativar o estabilizador. Por outro lado disparar a 18mm ou 25mm geralmente não se costuma necessitar do estabilizador já que existem menos possibilidades de que a foto saia borrada. Lembre-se, quanto maior a distância focal, maior probabilidade de haver fotos com movimento.

 

Em outras palavras, ter um estabilizador em uma objetiva 18-55mm não seria má idéia, mas em uma 70-300mm é imprecindível. Procure a câmera ou a objetiva que tenha a função de estabilização para que, se for necessário, possa utiliza-lo, mas não deixe-o ativado sempre.
Fonte: http://www.resumofotografico.com/2015/10/o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-estabilizador-de-imagem.html
email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *