Kodak consegue US$ 895 milhões para se livrar da falência.

Kodak: companhia consegue acordo financeiro para se livrar da falência. Os bancos JP Morgan, Bank of America e Barclays concordaram em ajudar a companhia.

Há quase um ano e meio, a Kodak busca maneiras de se reerguer e parece que agora encontrou uma saída. A companhia anunciou, nesta quinta-feira, que conseguiu fechar um acordo financeiro com os bancos JP Morgan, Bank of America e Barclays no valor de 895 milhões de dólares.

Do montante, 695 milhões de dólares fazem parte de uma linha de crédito denominada senior secure, que garante aos bancos, em caso de novo colapso financeiro da companhia, receber o pagamento antes dos demais credores. O restante, 200 milhões de dólares, só poderá ser liberado mediante pagamento de uma taxa.

De acordo com comunicado da companhia, o acordo financeiro vai dar fôlego para que a Kodak saia da condição atual de quase falência. Em janeiro do ano passado, a empresa americana pediu proteção na justiça americana para evitar sua quebra.

“O novo financiamento, combinado com outras recentes estratégias da nossa reestruturação, irá direcionar a Kodak para um futuro brilhante no longo prazo”, afirmou Antonio Perez, presidente da Kodak, em nota.

Reestruturação

Desde que pediu proteção judicial, a Kodak anunciou uma série de estratégias para não decretar falência. Entre as decisões da companhia, estavam da venda de mais de 1.000 patentes e até a possibilidade de vender o seu negócio principal: o de câmeras fotográficas.

Recentemente, a companhia anunciou a venda de dois de seus negócios de imagem remanescentes para o seu fundo de pensão do Reino Unido por 650 milhões de dólares.

Quando pediu concordata, a Kodak somava dívida de mais de 1 bilhão de dólares. Com a ajuda dos três bancos americanos, a empresa pretende agora quitar débitos pendentes e reforçar o caixa.

 

Fonte: http://www.fotocolagem.com.br/recortes/agenciasdenoticias/kodak-consegue-us-895-milhoes-para-se-livrar-da-falencia/

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *