Imagens revelam ocupação de moradores em famoso local de São Paulo

Imagens revelam ocupação de moradores em famoso local de São Paulo

O Cine Marrocos teve seus anos de glória com muito luxo e sofisticação, hoje participantes de movimento social vivem no local

Ocupa Marrocos

Estudante de fotografia do Senac em São Paulo, Douglas Lopes pretende se especializar em fotojornalismo, e já começou desenvolvendo um projeto chamado “Ocupa Marrocos”, registrando imagens de um prédio no centro de São Paulo conhecido como Cine Marrocos que está ocupado por um movimento social.

Motivado pela curiosidade de descobrir como vivem os habitantes das moradias do local, Douglas sente a necessidade de trazer esse tipo de debate ao público. O local que foi inaugurado no dia 25 de Janeiro de 1951, teve sua decoração inspirada no filme “Mil e uma Noites”.

Na época era considerado o cinema mais luxuoso da América Latina, onde os homens só podiam entrar com traje social e gravata. Até o festival internacional de cinema já foi realizado no Cine Marrocos em 1954. Quando vieram os grandiosos Shoppings a popularidade do local caiu até que fechou em 1997.

A prefeitura de São Paulo tinha planos de que o prédio se tornasse a nova sede da Secretaria de Cultura, porém em 2013 um movimento social ocupou o local e permanecem até hoje lá.

O fotógrafo conta que o desenvolvimento das imagens foi à parte mais complicada, pois ele era um estranho querendo entrar na casa deles junto com uma câmera fotográfica que funcionava como uma arma, pois assusta as pessoas que vivem em um local que sabem que não poderiam estar.

Depois de dias em negociação com os responsáveis pelo movimento o fotógrafo conseguiu entrar, e depois de várias visitas sem câmera para as pessoas se acostumarem com ele, começou a levar seu equipamento e as imagens foram surgindo de quem ele sentia que dava liberdade para ele fotografar sempre de forma espontânea.

Fonte: http://photos.com.br/imagens-revelam-ocupacao-de-moradores-em-famoso-local-de-sao-paulo/

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *