Fotógrafo retrata solidão de animais em zoológicos

Gaston Lacombe, um fotógrafo canadense, viajou pelos cinco continentes para retratar a solidão e a tristeza dos animais que vivem reclusos em zoológicos. Por meio de sua câmera, ele flagrou não apenas a melancolia dos bichos, mas inúmeros abusos, como pássaros vivendo em lugares fechados e sem luz natural, leões em jaulas de cimento e gorilas trancados em casas com árvores pintadas nas paredes.

O fotógrafo reconhece o bom trabalho de alguns zoológicos, que lutam para manter vivas espécies em extinção, além de atuar na conscientização dos visitantes sobre problemas ambientais. ‘No entanto, mesmo nos melhores zoológicos, existem animais presos em jaulas de cimento muito pequenas para as suas necessidades, ou em quartos onde a única vegetação que veem são plantas pintadas nas paredes’, explica Lacombe.

De acordo com Lacombe, os animais presos são explorados e só contribuem para o enriquecimento dos donos dos parques, que não investem no tratamento adequado aos bichos, além de alimentação balanceada e reprodução das mínimas condições de seu habitat.

‘Eu vi animais vivendo em gaiolas em que eles não podiam nem sequer se sentar ou ter acesso a água limpa. Nesses momentos, eu me sinto culpado por apoiar um sistema que trata os animais cruelmente, e nesses momentos, eu tiro fotos’, escreveu o fotógrafo.

1446656035892

1446656065256

This series looks at captive animals living in un-natural environments.  While some zoos stand out as models of conservation, many others keep their animals in conditions that are far from their natural habitat.  This series has been featured in PDN magazine.

1446656034950

 

1446656034963

1446656035020

1446656035036

1446656035037

1446656065153

1446656065174

1446656065209

1446656065227

1446656035142

1446656035616

1446656035650

1446656065228

 

Fonte: http://fotos.estadao.com.br/galerias/cidades,fotografo-retrata-solidao-de-animais-em-zoologicos,22322

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *