Fotógrafa se dedica ao registro de pessoas e da cultura negra

Formada em Nutrição, fotógrafa vem dedicando a sua paixão pela fotografia fazendo lindas imagens de pessoas negras

IMG_0487

Fotos: Larissa Isis

 

Apaixonada por fotografia, a nutricionista Larissa Isis de 28 anos, moradora da cidade de São José dos Campos, vem se dedicando a sua paixão e fazendo lindas imagens e despertando o olhar curioso. Larissa que gosta muito de viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, destina suas lentes para fazer retratos de pessoas negras, “Gosto de fotografar pessoas negras porque toda vez que eu procurava alguma referência, nunca achava fotografia de negros. Resolvi criar minhas próprias referências. Fotografar gente negra” conta à fotógrafa que nos deu uma entrevista:

Portal Photos: Como você começou na área da fotografia?

Larissa Isis: Meu pai fez um curso de fotografia antes mesmo de eu nascer. Temos em casa, uma gaveta recheada de fotos da minha infância e isso sempre me despertou curiosidade. Em 2014 resolvi fazer um curso de fotografia, mesmo sem ter uma câmera, fiz com equipamentos emprestados e no fim deu tudo certo. Quando viajei pra fora, comprei minha câmera e comecei os cliques.

PP: Qual sua relação com a fotografia hoje? Vive dela? 

LI: Paixão define. Sabe quando você se encontra? Existe uma frase que fala assim: escolha um trabalho que ama e você nunca terá que trabalhar um dia sequer na vida. E eu defino fotografia assim. Atualmente só fotografo aos finais de semana, pois sou nutricionista. Logo mais pretendo abrir meu estúdio, logo mais.

PP: O que te despertou interesse para seguir essa linha de fotografia?

LI: Fiz uma viagem a NY e em todo lugar que eu olhava o negro estava lá. Eu queria que aquilo acontecesse aqui no Brasil. Queria ver pessoas da mesma cor que eu brilhando em propagandas, na televisão e mídia.

PP: Qual mensagem você quer passar para quem observa suas fotografias?  

LI: Que somos lindos! Que cada um tem sua beleza sim e que ela é diferente daquela que a sociedade impõe. Precisamos nos aceitar primeiramente, assim, quando alguém vier com “pedras para jogar em nós” teremos força para fazer delas uma escada. Outra coisa que quero passar através do meu trabalho e não menos importante: devemos dar nossas mãos e seguir juntos. Estamos em busca do mesmo objetivo. Ninguém é melhor que ninguém. Devemos nos unir.

PP: Dentro do seu estilo, o que é uma boa fotografia para você?

LI: Aquela que passa sentimento. Seja ele qual for. Aquela foto que você olha e sente o que a pessoa está sentindo. Tento captar estes momentos.

Fonte: http://photos.com.br/fotografa-se-dedica-a-registrar-pessoas-e-a-cultura-negra/

 

 

 

 

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *