Upright™ guiado para corrigir a perspectiva distorcida nas fotos

Upright™ guiado para corrigir a perspectiva distorcida nas fotos

 Este recurso está disponível somente no Lightroom CC. O recurso existente Upright™ no Lightroom agora apresenta uma nova opção Upright™ guiado para corrigir perspectivas inclinadas ou distorcidas em suas fotos. A ferramenta Upright™ guiado no novo painel Transformar permite que você elabore até quatro guias (segmentos de linha) diretamente na foto para exibir os recursos de imagem que serão alinhados com o eixo horizontal ou vertical. À medida que você desenha as guias, a foto se transforma de forma interativa. Por exemplo, você pode desenhar duas guias nas arestas da criação para corrigir verticais convergentes ou desenhar três ou quatro guias para corrigir ambas, verticais e horizontais convergentes. Os modos de Upright™ existentes (Nível, Vertical, Automático, Total) os controles deslizantes da transformação manual (Vertical, Horizontal, Girar, Escala e Perspectiva) já foram movidos do painelCorreção de lente para um novo painel Transformar. Para mais informações, consulte Corrigir perspectiva distorcida nas fotos usando o modo...

Limpeza de imagem no Photoshop

Limpeza de imagem no Photoshop

Aprenda com esse tutorial o que fazem cada uma das ferramentas que são utilizadas para fazer a limpeza de imagem com Photoshop Vou iniciar meus textos aqui falando das principais ferramentas utilizadas para limpeza da imagem, seja limpeza de pele ou geral. São elas: O Spot Healing Brush, Healing Brush, Patch Tool e o Clone Stamp. Muito importante também, além de saber utilizá-las, é saber descrever a ação que cada uma realiza. Muitos já sabem utilizar essas ferramentas e sabem o quão eficiente elas são dependendo, claro, do contexto. Para aqueles que ainda têm alguma dúvida, confere aí!   Spot Healing Brush (atalho J): elimina sujeiras e imperfeições na imagem apenas clicando em cima do local desejado, sem precisar indicar uma amostra. O Spot Healing Brush calcula áreas próximas e transforma o local selecionado o mais parecido possível do resto das áreas ao redor. O pincel possui formas distintas de realizar esse cálculo, que se encontram na parte superior do Photoshop, pelo nome de  “Type”: Types: Proximity Match: Procura a melhor textura ao redor da área selecionada e aplica essa textura no local indicado. Create Texture: Calcula a média de texturas e simula uma parecida na área selecionada. Content-Aware (disponível em versões mais atuais do Photoshop): Calcula as texturas ao redor e preenche a área selecionada com a mistura proveniente desse cálculo. A opção que eu mais utilizo é a Content-Aware, pois acredito que seja mais eficiente, mas essa escolha depende muito do seu objetivo para cada imagem. Healing Brush: Muito parecido com o Spot Healing Brush, com a diferença que com esse pincel você indica uma área que deseja para servir de modelo à área selecionada para limpeza.  Basta selecionar essa opção, apertar e segurar a tecla “alt” e clicar na área desejada como modelo, depois é só soltar a tecla “alt” e clicar normalmente na área que deseja reparar. O Healing Brush possui a opção “Sources” na parte superior, onde são encontradas as opções “Sample” e “Pattern”. “Sample” é justamente o processo que expliquei de selecionar uma amostra para realizar a limpeza, enquanto a opção “Pattern” possibilita a escolha de uma das texturas disponibilizadas pelo programa para preencher a área selecionada.  Raramente...

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Foto Hera 2015/16

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Foto Hera 2015/16

“O amor é capaz de parar o tempo”, do fotógrafo Victor Ataide, foi a vencedora da categoria ‘Ensaio’ da última edição do Concurso Fotografia de Casamento, promovido pelo Resumo Fotográfico O Resumo Fotográfico, em parceria com a Editora Photos, está realizando o Prêmio Foto Hera, que vai selecionar as melhores fotografias de casamento em três categorias: Cerimônia, Recepção e Ensaio. Os vencedores de cada categoria serão gratificados com um passaporte para os três dias do congresso Wedding Brasil 2016, que será realizado de 26 a 28 de abril, em São Paulo. O prêmio dá sequência ao Concurso Fotografia de Casamento que vinha sendo promovido desde 2012. O concurso como objetivo valorizar a produção fotográfica de casamento no cenário nacional, proporcionando maior visibilidade e o acesso de profissionais a um meio didático de qualidade através de suas premiações. As inscrições podem ser feitas gratuitamente até o dia 25 de janeiro de 2016. Cada participante pode concorrer com até duas fotos por categoria. Acesse o site do evento para ler o regulamento e preencher a ficha de inscrição: www.fotohera.com.br. As fotos serão julgadas por um juri formado por nossos colaboradores e fotógrafos convidados que irão avaliar como critérios, a pertinência com o tema, a qualidade técnica e a criatividade de cada foto. O resultado será divulgado no dia 20 de fevereiro de 2016....

8 motivos para você experimentar a fotografia com filme

8 motivos para você experimentar a fotografia com filme

O fotógrafo neozelandês Stephen Dowling é escritor e fotógrafo no seu tempo livre. Apaixonado por fotografia, ele descreveu 8 razões pelas quais fotógrafos digitais deveriam passar pela experiência de fotografar utilizando filme.   Karsten Seiferlin   Os benefícios de se fotografar com filme, algumas vezes, perdem-se no embate entre os devotos do filme e da fotografia digital. Os pontos positivos – e acredite, há muitos – ficam ofuscados.   Isso é uma pena por dois motivos. A fotografia é uma paixão pessoal e cada indivíduo encontra seu estilo particular de fotografar por razões muito singulares. Não é tão diferente da forma como nos apaixonamos pela música que fazemos (e eu fui um jornalista musical por 20 anos, então tive muitas oportunidades para meditar sobre isso). Há fotógrafos para quem a revolução digital foi uma rota para expressar a criatividade e fazer algo que podem chamar de seu. Não é correto que os fotógrafos que trabalham em analógico desmereçam isso.   Em segundo lugar, as fileiras cerradas de fotógrafos digitais possuem fotógrafos jovens demais para terem iniciado sua experiência com a fotografia analógica. O filme não é algo que eles trocaram pela conveniência do digital, o digital foi sua única experiência. Alguns até se interessaram pelo mundo analógico, mas afugentaram-se por ser muito difícil muito caro ou pouco conveniente. Este texto é uma tentativa de desfazer alguns destes mitos… e incentivar qualquer pessoa que ainda não teve uma chance de fotografar em filme.   1 Desacelerar   Há hoje uma tentação de clicar com uma frequência exagerada. Captamos nossas vidas através de câmeras e smartphones e compartilhamos estas imagens de várias formas – Instagram, Facebook, Twiter e snapchat, etc. Fazemos isso por ter ao alcance das mãos as mais variadas ferramentas para fotografar, então clicamos e clicamos. Fotografamos dezenas de imagens sem pensar a respeito.   Stephen Dowling/PetaPixel/Reprodução Nada de cinco frames por segundo aqui Um rolo de filme força uma mentalidade diferente – é necessário uma dose de paciência, uma vez que temos apenas 12, 24 ou 36 fotos antes de precisar trocar o filme. Você poderia se concentrar em um rolo de filme em uma SLR de ponta como uma Canon EOS-1 ou...

4 dicas antes de iniciar o seu negócio da fotografia

4 dicas antes de iniciar o seu negócio da fotografia

Para começar seu negócio não basta criar uma página com seu nome no Facebook e sair distribuindo cartões por aí que você vai estar seguro no mercado. Começar um negócio na fotografia é muito gratificante, porém requer alguns cuidados que vão fazer a diferença para que você se mantenha no mercado. Não é simplesmente criar uma página com seu nome no Facebook e sair distribuindo cartões por aí que você vai estar seguro no mercado, agindo assim você será só mais um. Confere essas dicas: 1- Utilize sempre um contrato escrito: não é brincadeira, o contrato é uma ferramenta de segurança não só para você fotógrafo, mas também para o seu cliente. Sempre forneça o contrato quando for oferecer os seus serviços fotográficos, independente de qual área atue, ou se for fazer aquela sessão para “amigos”. Ao deixar claramente as condições de pagamento e os direitos e deveres de cada uma das partes em um contrato, você vai reduzir substancialmente a chance de um futuro “calote”. Além disso, é em um sinal de profissionalismo. Ele também serve para que você tenha um controle da quantidade de serviços que executa nos mês/ano. 2 – Certifique-se que você tem todas as autorizações: Se você pretende usar modelos ou planeja utilizar um local privado em fotos que você pretende vender, você precisa obter uma autorização de modelo e do local. A autorização de modelo é um termo de responsabilidade que concede o fotógrafo o direito de usar as imagens, e deve ser assinado pelo modelo e de preferência uma testemunha. Importante observar onde você fotógrafo quer utilizar as imagens, portfólio, site, e deixar os detalhes claros no termo. Um comunicado de localização é um termo de responsabilidade que concede o fotógrafo o direito de trabalhar naquele lugar privado e usar as imagens resultantes. A liberação deve ser assinada pelo proprietário do imóvel ou representante autorizado. 3 – Coloque tudo por escrito: Você precisa reagendar a sessão? Envie um e-mail para seu cliente. Sempre que você falar por telefone, em seguida mande um e-mail de confirmação da conversa para que tudo fique registrado. Você pode evitar problemas futuros. 4 – Saiba quando é hora de entrar em contato...

Diferença entre Saturation e Vibrance

Diferença entre Saturation e Vibrance

Os dois ajustes trabalham com as cores, mas você sabe o que cada um faz em específico? Ao editar uma fotografia com cores, há uma tendência de se intensificar essas cores a fim de trazer mais vivacidade a foto e fazer com que cada cor tenha seu máximo desempenho – claro, nunca exagerando e trabalhando de acordo com seu objetivo final da edição. Os dois ajustes mais simples para realçar as cores são o Saturation e Vibrance, e a diferença entre os dois é bem simples de entender.   Saturation: É uma ferramenta que faz com que todas as cores presentes da imagem sejam saturadas com a mesma intensidade e proporção, portanto se uma determinada cor já está saturada, ela ficará ainda mais saturada. É chamada de saturação linear por esse motivo, ela simplesmente seleciona todas as cores e as intensifica. Esse ajuste dependendo do caso não é muito aconselhável, visto que algumas cores tendem a ficar saturadas demais a ponto de perder informações no local, e menos aconselhável ainda é utilizar Saturation para tons de pele, pois a cor da pele tende a ficar  excessivamente intensa a ponto de perder sua naturalidade. Vibrance: É a ferramenta de saturação não linear, considerada uma saturação inteligente. O Vibrance apenas intensifica as cores que ainda não estão saturadas, as que já possuem saturação não são modificadas. Esse ajuste é muito vantajoso pois a cor nunca ficará saturada em excesso, sempre haverá a preservação das cores e das informações na imagem. Além disso, o Vibrance como ferramenta inteligente detecta os principais tons de pele e não altera tanto essas cores, deixando a pele mais intacta. Como exemplo separei duas imagens, uma de paisagem e uma com pele. Você consegue ver a original e logo abaixo suas variações de Saturation e Vibrance. Utilizei o valor de 100% em ambos os ajustes apenas como demonstração, para a diferença entre um e outro ficar mais evidente. Original: Ajustes: Original: Ajustes: É aconselhável sempre utilizar o Vibrance, e se for utilizar o Saturation, tome cuidado para não perder informações e saturar demais todas as cores da sua imagem. Eu nem sempre utilizo o Saturation nas minhas edições, mas se uso é...

Página 1 de 412...Última »