Blog ou site de fotógrafo – por onde começar?

Hoje, com toda a praticidade do Facebook, acabamos deixando de lado um projeto de blog ou site com qualidade, esteticamente atraente e com um conteúdo sempre atualizado. O que precisamos nos atentar é que essas ferramentas são mais poderosas do que qualquer post nas redes sociais e que são elas que farão o nosso trabalho ser reconhecido. Vamos conhecer as diferenças e benefícios das ferramentas digitais?  

O FACEBOOK  

Esse assunto será mencionado bem de leve, afinal o tema deste post é blog e site. Porém, é preciso falar da importância desta ferramenta, que, atualmente, também se faz necessária no trabalho do fotógrafo. De acordo com as regras do Facebook, empresas e negócios não devem criar perfis. Além disso, a fanpage têm diversos benefícios: não há limites de amigos; traz um ar profissional que o perfil não traz; e te dá ferramentas que permitem acompanhar estatísticas essenciais para montar uma estratégia digital. 

As desvantagens das publicações no Facebook são que as suas fotos ficarão por tempo limitado na linha do tempo das pessoas – entre 1 dia e 2 dias, no máximo. Por causa da enxurrada de informações que os usuários publicam, o seu conteúdo acaba sendo esquecido. 

guy-with-laptop-1240267

O BLOG 

O Blog é um tipo de página na internet que permite que você registre as suas atividades em forma de texto, vídeo, fotos e muitos outros formatos. Ele pode tratar dos mais diversos assuntos do seu interesse, inclusive sobre fotografia. Se você tiver tempo ou conseguir se organizar bem, manter um blog atualizado e com bom conteúdo é a melhor forma de divulgar o seu trabalho! A seguir, algumas dicas: 

Montando um post: Um post interessante dá trabalho, não vou negar. É preciso escolher bem as fotos (que não podem ser muitas… e nem poucas!) e ainda elaborar um texto envolvente que conquiste o seu cliente. Acredito que essa é uma das formas de dar a ele a chance de te conhecer. Seja simples, escreva um ou dois parágrafos de como foi a sessão e a experiência de conhecer aquele local e aquelas pessoas. Você também pode comentar as fotos com legendas que revelem algo que você gostaria que os outros soubessem sobre aquela imagem. Um bom guia para ter certeza que o seu post será bem escrito é responder às perguntas: – O que? / – Quem? / – Quando / – Por que? / – Onde? / – Como?  

Se organize: Montar um calendário editorial é a melhor forma de você organizar o seu tempo para manter o seu blog atualizado. O calendário editorial nada mais é que uma lista de posts (ou de temas) que você organiza para saber, previamente, sobre o que vai escrever. Por exemplo: na segunda-feira, um post com uma foto de prévia; na terça-feira, um post de um trabalho que acaba de sair do forno; na quarta, o post com todas as fotos do trabalho que foi feita a prévia na segunda; na quinta, post com temas específicos como família, casamento e aniversários; e na sexta, um post com dicas para fotógrafos. Quanto mais você atualiza, melhor o seu blog é rankeado no Google. Então, mãos à obra! 

wireless-home-office-1240115-640x480

Palavras-chaves: O Google ranqueia os sites usando palavras que encontra no título das páginas e posts; tags; categorias; e corpo do texto. No título, posts e tags já temos o costume de usar as palavras-chaves, porém nem sempre lembramos de incluí-las no corpo do texto. Por exemplo, se você fez um ensaio de gestante, pense no que um possível cliente procuraria no Google. Insira esses termos ao longo do seu texto para obter melhores resultados. 

O SITE  

Se você acredita que não terá tempo para manter um blog atualizado, a melhor opção pode ser um site. Confira algumas dicas importantes para ter o seu: 

·                    Atualize sempre as suas galerias. Este é o seu portfólio; 

·                    Se quiser colocar uma música no site ou em uma galeria de fotos, não a coloque em modo automático. Insira um texto simpático e explique ao seu leitor que a experiência de ver as fotos é melhor com o som ligado. Deixe que ele decida se quer música ou não; 

·                    O site tem que ser atraente, então invista em beleza e boa navegabilidade. Para incentivar que o leitor continue no seu site, espalhe links que levem a pessoa para uma próxima seção. Por exemplo, no fim da Biografia, insira um link para a página do seu contato.   

Seções que um blog ou site pode ter  

Home: é a página inicial que pode ter galeria de imagens, links para os posts recentes e outras publicações que você considera que devem receber destaque. 

Biografia: aqui você irá escrever sobre você, o seu trabalho. Faça com que a pessoa leia e sinta como se te conhecesse um pouco. 

Informações: nessa seção você pode detalhar a sua forma de trabalhar, o que você oferece, suas ferramentas e etc. Se possível, coloque uma diagramação de como é o seu álbum, para que o cliente tenha a noção do produto final. 

Investimento: tenha uma seção que contenha a sua tabela de preços, ou o valor inicial de cada serviço que você oferece.  

Categorias: em um site, esse item irá apresentar uma galeria de cada tipo de trabalho: gestantes, recém-nascidos, bebês, casamentos ou o tipo de foto que seja sua especialidade. Nessas categorias, coloque um slideshow com suas melhores fotos e cerca de três trabalhos completos. 

Contato: como o leitor pode entrar em contato com você? Coloque nessa página o seu e-mail, telefones e, se achar melhor, um formulário. 

laptop-1541134-1280x960-1024x768

A CRIAÇÃO DE UM BLOG OU SITE 

Agora que você já escolheu entre blog ou site, precisa decidir como ele será. Para isso, conte com a ajuda de um profissional especializado, contrate uma empresa que contenha um designer e um bom programador. Como fotógrafo, você precisa prender o cliente pelo visual, pela estética, e o trabalho do programador é o de facilitar a navegabilidade em seu site ou blog.  

Alguns itens são essenciais tanto para blogs como para sites. Ambos têm de ser informativos e uma ferramenta para que você se conecte com seu público. Também é importante dar destaque para as fotos, ao mesmo tempo em que precisa ser rápido e multiplataforma, ou seja, funcionar perfeitamente em um PC, Mac, smartphone, tablet, etc.

computer-keyboard-1242133-639x485

Claro que esse é só o começo. Vale continuar a se informar em sites especializados e buscar compreender melhor esse universo dos blogs e sites, que é muito rico e cheio de possibilidades. Pense nele como um investimento no seu trabalho, uma parte do seu “cartão de visitas virtual” que inclui várias outras iniciativas – da publicidade em um blog até a sua presença nas redes sociais. Se comprometa a cuidar desse seu cantinho na internet e tenho certeza de que os resultados serão positivos.

 

Fonte: http://iphotochannel.com.br/blog-ou-site-de-fotografo-por-onde-comecar/

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *