8 dicas para sessões fotográficas externas

Achar um lugar para uma sessão de fotos parece ser o drama de vários fotógrafos. O lugar tem que combinar com o tema que será fotografado seja ele um editorial, look book ou até um ensaio pessoal. Deve oferecer uma estrutura mínima de conforto para troca de roupa, segurança e até alimentação.

  1. Um lugar inóspito

Algumas vezes, o nosso ensaio pede exatamente por uma locação inóspita, no meio do nada. Depois de controlar o transporte da equipe e modelos, a dica é levar um lençol ou lona para jogar em cima do carro e fazer dele o camarim de troca de roupas. Leve também um guarda sol ou guarda chuva para se proteger e proteger o equipamento caso o tempo mude e não se esqueça de levar um garrafão de água.

unnamed-2

Estudo de caso: Quando fomos fotografar o Encontro Fotográfico Indiana Jones, escolhemos a escola das meninas na Vila Maria Zélia em São Paulo como o cenário perfeito para as nossas fotos. As árvores que nasceram no meio das ruínas era o ambiente que combinava com a cena e fomos avisados de que apesar do lugar seguro, não teríamos proteção, caso começasse a chover. Montamos a cena e improvisamos um camarim com lonas. A previsão do dia era de chuvas leves a qualquer horário, mas o que de fato aconteceu foi uma tempestade de granizo que fez São Paulo ser notícias em todos os telejornais do país. Nem guarda sol, nem guarda chuva foi suficiente para nos proteger da tempestade de gelo, do tamanho de bolas de ping pong. Mas no final, todo mundo sobreviveu e até fotografamos os modelos na chuva pós diluvio.

  1. Lanches e comidinhas

Só se o ensaio ultrapassar 3 horas. É simpático oferecer frutas e biscoitos para a equipe. Além de agradecidos, todos irão ter mais energia para cumprir a sessão de fotos.

  1. Segurança

Seja em lugar público como parques, praia e cidade ou em lugares desertos, é muito importante cuidar da segurança do seu equipamento, modelos e equipe. Não tem coisa mais inconveniente do que ser surpreendido por incidentes, pessoas estranhas e situações constrangedoras. Procure pesquisar com outros profissionais como é fotografar naquele local, caso não tenha muitas informações, reserve um tempo para ir até o local e pesquisar quem frequenta, vizinhos e ficar atento a qualquer situação suspeita, antes de agendar o seu ensaio.

unnamed

 Estudo de caso: Tínhamos tudo confirmado para fotografar o Encontro Fotográfico Sereias na Praia do Góes no Guarujá, quando recebemos a notícia que um grupo de fotógrafos tinha acabado de ser assaltado na mesma praia. Sem opções, mudamos o tema, o local e a data do encontro fotográfico.

  1. Aluguel

Alugar um local ainda parece ser a opção mais indicada, o problema é que você precisa ter orçamento para isso. Existem estúdios fotográficos que cobram por hora e diárias, com ou sem equipamento de iluminação.

Estudo de caso: Em Brasília, nós adoramos alugar o Colmeia do amigo João Telles, o estúdio é pequeno, mas muito acolhedor. Em Goiânia, o estúdio do Luciano Medeiros parece uma Disneylândia da fotografia, já que além do espaço e do equipamento de iluminação, ele disponibiliza mais de 30 cenários que podem ser facilmente montados e desmontados. Em São Paulo o Estúdio Casa 38, da querida Carmen Campos é o point da vez, além de ficar em um dos endereços mais nobres da cidade, esquina com a Rua Oscar Freire, o ambiente oferece espaço interno e externo.

  1. Pousadas, casas e apartamentos de temporada

Outra dica para quem dispõe de orçamento é negociar com uma pousada ou alugar uma casa ou apartamento em sites de temporada. Observe as regras do imóvel, alguns restringem o acesso de pessoas estranhas, principalmente se ficam dentro de condomínios.

Estudo de caso: No Rio, sempre encontramos ótimas opções em Santa Teresa. O bairro é uma graça e repleto de casas, que viraram casas e restaurantes com uma arquitetura típica de cidade do interior. Uma dica é o Castelinho 38, um sobrado com amplo jardim e o proprietário é uma simpatia.

  1. Parques, ruas e praias

Se você não tem muito orçamento, procure um parque ou rua movimentada para fotografar.

unnamed-12

Estudo de caso: Recentemente fotografamos o Encontro Fotográfico Velho Oeste no Museu da Memória Viva Candanga que nos pediu somente uma ajuda com copos descartáveis e pudemos usufruir da belíssima paisagem e da segurança do local. Em São Paulo, a dica é fotografar na Oscar Freire, um lugar aparentemente seguro, visto que além de um grande movimento, quase todas as lojas possuem seguranças. No Rio, eu fotografo muito na Praia Vermelha na Urca, que é uma zona militar e fortemente vigiada.

  1. Autorizações

Informe-se, alguns lugares exigem autorização prévia e pagamento de taxas para o governo.

 Estudo de casos: Em São Paulo, muitos fotógrafos são alvos dos guardinhas por insistirem em fotografar no Parque. Ibirapuera sem a devida autorização. Além de pagar uma taxa, o documento só permite fotografar entre Segunda e Quinta Feira.

unnamed-3

  1. A próxima locação

 Fortaleza: Vamos fotografar o tema “O Havaí é aqui!” no Hotel Lara, 20km do centro da capital. Aninhado pelo balanço suave do vento nas margens das praias de areia branca, a locação  é envolta por uma exuberante vegetação tropical. Um cenário inspirador para dirigir modelos de biquini e colares de flores.

Rio: O nosso Workshop de Fotografia de moda vai ser dentro de um Estúdio no Shopping Downtown na Barra da Tijuca. O lugar que também abriga uma escola de fotografia tem uma estrutura de escola e estúdio. Lá vamos fotografar também o Encontro Fotográfico Madonna onde vamos repetir a luz Ícone do video Clipe Vogue, dos anos 80.

São Paulo: Sobrevoando Guarulhos, entre idas e vindas para São Paulo, eu avistei enormes crateras próximas a São Paulo e veio a inspiração de colocar uma modelo no meio dessa imensidão. Pesquisando, descobri um cenário inusitado, pedreiras desativadas que hoje fazem a alegria de atletas radicais. Já fotografamos um editorial de noivas para a revista Achei e no próximo dia 30 de Janeiro, vamos produzir o Encontro Fotográfico Velho Oeste para os paulistas.

 

Fonte: http://iphotochannel.com.br/8-dicas-para-sessoes-fotograficas-externas/

email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *