Dia Internacional da Fotografia 2009

Dia Internacional da Fotografia 2009

...

Café Fotográfico com Sergio Frydman Roberg

Café Fotográfico com Sergio Frydman Roberg

O fotógrafo Sergio Frydman Roberg é o convidado do Coletivo Nós da Fotografia para a 5ª edição do Café Fotográfico, que será realizado nesta quinta-feira, dia 12, às 19 horas, no Chalé Francês – sede provisória do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS), localizado na rua Afonso Vergueiro, em frente a Estação Ferroviária. Sergio nos conta que teve a sorte de nascer em uma família voltada as artes e a comunicação, sendo filho da jornalista especializada em artes, Liba Frydman, e do escritor de teatro e televisão Syllas Roberg. A precocidade marca sua trajetória. Aos 12 anos de idade ganhou de sua mãe uma câmera Pentax Asahi Spotimatic e alguns rolos de filme. No ano seguinte, juntamente com o amigo Oswaldo Maricatto, montou um laboratório fotográfico, tornando fotógrafo profissional, e, em seguida, jornalista. No ensino superior, fez Comunicação Visual no IADE – Instituto de Artes e Decoração, e se especializou em design gráfico. Sergio trabalhou com publicidade, sendo diretor de criação e diretor de cinema publicitário. Teve passagens por várias empresas da área, como Editora Abril, Jornais, e também trabalhou na Rede Globo e na Rede Bandeirantes. Em 1982 muda-se para o interior do estado indo trabalhar no Jornal Cruzeiro do Sul, como jornalista e editor, até 1987. Devido a sua atuação profissinal recebeu inúmeros prémios, entre eles: Medalha de Ouro e Grand Prix na Exposição Nacional de Belas Artes, SP 1973. Grand Prix – Compasso d’Argento – Itália, 1977. Medalha de Ouro – Emilio Schenk, no Congresso Internacional, 1987. Em 2005 começou a fotografar a vida nas florestas, sendo que a convivência com o amigo e fotógrafo Araquém Alcantara lhe mostrou que mais que “bater” fotos a fotografia poderia ser uma forma muito forte de arte. Atualmente, desenvolve trabalho voltado a Mata Atlântica, a partir do norte do estado de São Paulo até o sul do estado de Santa Catarina, onde fotografa fauna, flora e todos os aspectos ligados a vida nessa região. Sérgio acredita que a arte pode ser fator importante para a proteção da natureza. Lembrando que o “Café Fotográfico” acontece sempre na segunda quinta-feira do mês e tem o objetivo de promover o debate, a reflexão e a apresentação de...

Repórteres fotográficos do jornal Cruzeiro do Sul realizam 5ª edição da exposição “As imagens do Cruzeiro resplandecem”

Repórteres fotográficos do jornal Cruzeiro do Sul realizam 5ª edição da exposição “As imagens do Cruzeiro resplandecem”

03/09/13 | NA FUNDEC Imagens que contam histórias Visita do Papa Francisco ao Rio de Janeiro, em Copacabana – Fábio Rogério Mais fotos… Andrea Alves andrea.alves@jcruzeiro.com.br A pose inesperada de um gato que correu o risco de ser envenenado por um dardo; a chegada dos raros e meigos suricatas ao zoológico de Sorocaba; o trabalho de um agricultor na lavoura de café; o poder destruidor do fogo; a tragédia ocasionada pela queda do muro de um shopping em construção na antiga fábrica Cianê; o triste momento de uma família cuja casa foi atingida por um vendaval; a visita do Papa Francisco ao Brasil. Todas essas são cenas do cotidiano que ganham impacto quando têm a fotografia como grande base para a informação jornalística. São as imagens que mais aproximam fatos e leitores, reforçando a esses a notícia em si, registrando a história, a angústia, as alegrias e tristezas de uma comunidade, de um povo. E são essas histórias captadas pelas lentes dos repórteres fotográficos do jornal Cruzeiro do Sul o tema da exposição As imagens do Cruzeiro resplandecem, que chega a sua quinta edição, firmando-se como um evento tradicional na cidade. A mostra será aberta hoje para convidados e a partir de amanhã para o público, na sala de exposição da Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba (Fundec), onde fica até o dia 17 deste mês, com entrada gratuita para o público. Com 42 imagens, a quinta edição dessa exposição reúne fotografias tiradas no período que vai de setembro de 2012, período da última exposição, até imagens mais recentes, registradas no mês passado. Os próprios fotógrafos se responsabilizaram pela curadoria do evento. Cada um desses profissionais da esquipe do Cruzeiro do Sul – Aldo V. Silva, Adival B. Pinto, Emídio Marques, Erick Pinheiro, Fábio Rogério, Luiz Setti e Pedro Negrão – selecionou seis fotografias que considera as mais significativas e que resumem um pouco esse trabalho de registrar o cotidiano das pessoas, acontecimentos marcantes ou mesmo momentos singelos e que, por conta de técnica e um olhar sensível, rendem belas imagens. Cada fotografia da mostra foi revelada no tamanho 30 x 45 cm, o que possibilita que o visitante aprecie cada detalhe presente na rica informação...